ADICIONE O BLOG SMM AOS FAVORITOS! OBRIGADO PELA SUA VISITA E LEITURA!

NOVIDADE!

NOVIDADE!

Nota:O formato PDF dos livros acima pode ser acessado em qualquer plataforma, inclusive Windows, Mac OS e plataformas móveis como Android e iOS para iPhone e iPad.

Os posts mais lidos viraram livros e não estão mais disponíveis no blog.

DESDE 2010. ANO VI. MAIS DE 2.000 POSTS.

GUEST POST NO ESCREVA LOLA ESCREVA

CURTA NO FACEBOOK


E-MAIL
sindromemm@gmail.com

24 outubro 2015

Neve que derrete (em silêncio)


Não existe silêncio eterno, nem neve que não derreta. Não consigo me construir no gelo que me cerca, nem no calor que se aproxima. Preciso de temperaturas amenas, como dias de primavera, essa que já vai acabar.
Quando tudo parece errado, tento fazer o certo. Mas nem por isso consigo vir à tona e salvar o que acredito. Mas a neve continua derretendo e o verde começa a aparecer. Já não é o verde de antes, parece mais escuro, mais resistente e talvez venenoso. Da linda planta que estava a beira da estrada, nada restou. O cactus dominou a paisagem, o cactus, aquele que esconde a água no seu interior, para ajudar as almas sedentas que atravessam o deserto. O inverno acabou e preciso ver o que restou, além da neve derretendo. 


Iara De Dupont

3 comentários:

Anônimo disse...

Restaram as almas desentas...

Anna Lara

Suzana Neves disse...

Bem vinda de vorta \o/

Anônimo disse...

Eeeeeeeee, você voltou! !!

Leia outros posts....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...